Descontrole emocional: Na hora errada, uma ação pode acabar com tudo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

O descontrole emocional pode ser por excesso de emoções ou completa falta. As emoções têm um papel muito importante na evolução da espécie humana. Em momentos decisivos acabamos tomando atitudes emocionais que fazem toda a diferença, para o bem ou para o mal.

São as emoções que nos orientam diante de um impasse. Quando temos de tomar providências importantes demais para serem deixadas a cargo exclusivo do intelecto. Como por exemplo, em uma situação de perigo e precisamos tomar alguma atitude imediata.

O descontrole emocional nos fazem agir de forma totalmente racional ou ter pequenos “surtos” emocionais colocando tudo a perder. O equilíbrio das emoções nos tornam mais capazes de agir e pensar nas horas certas tomando melhores decisões.

À medida que fomos evoluindo o repertório emocional foi um elemento essencial para garantir sobrevivência de nossa espécie. O papel das emoções é muito importante, porém a sociedade como um todo tende a dar mais atenção a razão. Não é a toa que quando querem saber se alguém é inteligente, costumam fazer o famoso teste de QI. As pessoas que tem um pensamento mais racional são as mais exaltadas nesse quesito, mas vale lembrar que o intelecto sem as emoções não levam para tão longe quanto levaria quando os dois andam junto de forma equilibrada.

Emoção contra Razão


descontrole emocional

Os antigos gregos diziam que era preciso subjugar os impulsos da paixão à sobriedade ao cálculo da razão. Já, na época do romantismo, dizia-se que o melhor seria deixar-se levar pelos des-caminhos das paixões e gozar a vida.

O descontrole emocional pode te fazer agir contra sua própria vontade.

O descontrole emocional pode nos levar até para situações bem trágicas como reagir a um assalto armado. Reações automáticas como estas ficaram gravadas em nosso sistema nervoso porque, durante um longo e crucial período da pré-história humana, eram decisivas para a sobrevivência ou a morte.

Foram essas reações que desempenharam a principal tarefa da evolução, deixar descendentes que passassem para frente às mesmas predisposições genéticas. Porém, por mais que nossas emoções tenha nos guiados ao longo do caminho da evolução, elas foram freadas com o surgimento das grandes civilizações. O surgimento trouxe um conjunto de regras, leis e proclamações sobre ética, que ditavam como alguém deveria se portar em sociedade. Em vez de ensinar a controlar e entender as emoções serviu como uma forma de subjuga-la como algo tóxico e desnecessário.

Agir ou pensar. Porquê não os dois?


Em “O Mal-estar na civilização”, Freud observou como o aparelho social tem tentado conter o excesso emocional que emerge dentro de cada um de nós, através da imposição de normas. Mas mesmo com essas barreiras, as emoções continuaram com um papel importante no nosso progresso como sociedade. As emoções são, em sua natureza, impulsos que levam a uma ação imediata. Analisando a raiz da palavra, vamos chegar ao seu nome em latim “movere” que quer dizer “mover”. Acompanhada do prefixo “e-”, que denota “afastar-se”, isso quer dizer que as emoções se direcionam para o agir de forma imediata.

Banner Ansiedade

Ações de descontrole emocional são bem perceptíveis quando estamos observando animais e crianças. Nos adultos esses impulsos são mais controlados devido às regras da civilização como já citamos antes. O descontrole emocional nos torna incapazes de analisar uma situação, enquanto racionalizar demais impede de sentirmos a necessidade de agir. O equilíbrio da razão e da emoção é o ideal para uma vida tranquila. Emoções nos fazem agir no imediatismo e se proteger, enquanto a razão nos faz analisar e pensar a longo prazo. Precisamos encontrar o equilíbrio da inteligência emocional para seguir uma vida saudável.

Leia também


Crises de Ansiedade

Crises de ansiedade é o nome dado para as reações emocionais provenientes do medo, nervosismo ou insegurança. Essas sensações fazem seu corpo paralisar ou reagir com agressividade diante de momentos difíceis. Crises assim são difíceis de controlar e muitas vezes acontecem repentinamente.

Diversas pesquisas apontam o estresse do trabalho como um dos maiores motivadores do aumento da ansiedade. Nesse artigo vamos tratar de algumas dicas simples, mas que quando postas juntas se tornam ferramentas poderosas para impedir que essas crises tomem conta do se dia a dia.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×
Recent Posts