10 coisas que uma pessoa emocionalmente inteligente se recusa a pensar

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

Fique sempre atento ao que você vai falar, pois as palavras falam muito mais do que pode parecer. Tudo aquilo que sai da sua boca afeta como você experimenta seu mundo, e como os outros percebem você.

Você já ouviu falar em Distorção Cognitiva?


Esse termo da psicologia nos ensina que existem maneiras sutis em que nossa mente pode nos convencer de algo que não é realmente verdadeiro. Estes pensamentos imprecisos são geralmente utilizados para reforçar o pensamento negativo, falsas crenças ou emoções que nos contém.

Fazemos isso a todo tempo, de forma consciente ou inconsciente, e a forma como fazemos fornece dicas sobre nossas crenças, sobre nós mesmos e o mundo ao nosso redor.

A distorção cognitiva pode ser um grave problema para alguém com pouca inteligência emocional. Você sabe identificar as falsas crenças que carrega em sua vida? Nesse artigo juntamos 10 pensamentos comuns que alguém com Inteligência Emocional e atento a distorção cognitiva sempre irá evitar.

1. “É tudo ou nada”


1

Para algumas pessoas o mundo é sempre preto ou branco. Não existe meio termo. Quando deparados com situações criticas eles tendem a enxergar o mundo apenas negativo, o pote apenas vazio. Elas tendem a aguardar sempre pelo momento perfeito e fomentam ansiedade ao impor a si mesmo apenas uma forma de sucesso.

“Se eu não consegui fazer isso até agora, então eu sou um fracasso.”

“Eu não terminei de escrever essa proposta, então foi uma completa perda de tempo.”

“Não adianta eu participar dessa competição se eu não estiver 100% em forma”

2. “Eu nunca conseguiria fazer algo assim”


2

Quando uma pessoa usa palavras como “sempre” ou “nunca” em relação a um único evento ou experiência ela mesma cria uma barreira mental para dificultar seu próprio percurso. Normalmente essas pessoas também se tornam fãs da generalização e do sentimento de urgência, o agora é tudo que importa e se o agora não está certo nunca vai estar.

“Eu nunca vou conseguir essa promoção.”

“Ela sempre faz isso…”

“Se até agora não aprendi é porque não nasci pra isso”

3. “É tudo minha culpa, acabei com tudo…”


3

Enxergar as coisas com uma dramaticidade excessiva pode fazer tudo parecer pior do que realmente é. Isso muitas vezes pode criar uma grande tempestade em um copo d’água e te fazer tomar atitudes drásticas e movidas pela impulsão de salvar tudo quando tudo que você precisava fazer era respirar e se acalmar.

“Ele não atende o celular, logo não quer mais falar comigo.”

“Esqueci esse e-mail! Isso significa que meu chefe não vai confiar em mim novamente, eu não vou receber esse aumento, e minha esposa vai me odiar.”

“Ela não me olha mais como antes, esse relacionamento está fadado ao fracasso, pra que se esforçar?”

Banner Inteligência Emocional

4. “Eu preciso terminar esse livro hoje!”


4

Usar palavras como “deve” e “precisa” como ferramenta de motivação na maioria das vezes atinge exatamente o objetivo contrário. Em vez de criar um sentimento de empolgação você gera uma situação de obrigação, logo se por algum motivo o objetivo não for alcançado o sentimento de culpa e frustração é iminente. Além de em alguns casos gerar uma expectativa desnecessária que pode acarretar em raiva e ressentimento quando aquela sugestão não é seguida.

“Eu deveria ter começado este relatório ontem…”

“Você deveria se importar mais com meus sentimentos, você sabe o quanto isso me atinge.”

“Você tem que ouvir essa música nova, ela é imperdível!”

5. “Não dá, eu não sou criativo”


5

Rotular a si mesmo e aos outros a sua volta apenas limita a sua perspectiva do mundo e do que você pode conquistar. David Kelley fala em seu livro “Confiança Criativa” que muitas vezes nossos pensamentos são podados ainda na juventude a acreditar que temos um “perfil único” que define tudo aquilo em que somos bons e o que não temos “o dom”. Os rótulos afetam o modo em que enxergamos o mundo e nós mesmos, são como Óculos de Distorção Cognitiva, nos fazendo ver as coisas como achamos que elas são. O problema é que na maioria das vezes esse achismo não condiz com a realidade.

“Tenho tendência a engordar, então pra que fazer dieta? Sempre vou ser gordo.”

“Ai meu Deus, garoto de academia… Já vi que não vai rolar”

“Eu não sei desenhar, não nasci com dom pra isso”

6. “Ele passou por mim e não me deu bom dia.. Vou ser demitida, tenho certeza.”


6

Tomar conclusões de forma precipitada, quase que em um trabalho de adivinhação ou leitura da mente, fazer previsões negativas sobre o futuro sem evidências ou apoio factual quase nenhum é um sinal claro de falta de Inteligência Emocional. Quando paramos para analisar uma situação como ela é, quais seus problemas e o que você pode fazer para resolvê-los é possível, na maioria das vezes, encontrar a resposta certa.

Já quando antes mesmo da situação acontecer você toma uma atitude precipitada baseada no seu “conhecimento empírico” de que no futuro as coisas seriam daquela forma, muitas vezes você cria um novo problema em vez de resolver o que talvez viesse a existir.

“Eu não vou ser capaz de pagar minhas contas se eu for nesta viagem (mesmo que haja muito dinheiro em poupança).”

“O professor disse que caprichou… Não vai dar para tirar uma boa nota nessa prova (apesar de ter estudado muito e ser um bom aluno)”.

“Ela me disse que estava com dor de cabeça no dia do nosso jantar, ela não gosta mais de mim (mesmo que hoje, durante o dia, tenhamos nos falado normalmente)”.

7. “Minha vida não tem mais sentido algum.”


7

Nunca, eu disse nunca, desconsidere o lado positivo das coisas. Algumas pessoas tem o costume tóxico de tratar coisas positivas como triviais e só de fato valorizá-las em um momento de crise total ou no momento da perda. Não importa o quão problemática esteja a sua vida nunca deixe de perceber e valorizar aqueles pequenos momentos de felicidade. Aquele beijo antes do trabalho, aquela paisagem bonita passando na janela enquanto você escuta aquela música que gosta na rádio, aquele elogio sobre o trabalho que passou semanas fazendo. Valorize.

“Passei na primeira fase, mas agora tenho certeza que vou sair, eu apenas tive sorte.”

“Eu fumava 40 cigarros por dia, agora fumo 10. Mas isso não adianta de nada enquanto não parar completamente.”

“Meu dia hoje foi um inferno!”

8. “Se eu não tivesse viajado tanto isso nunca teria acontecido.”


8

Atribuir para si a culpa e a responsabilidade em cima de eventos que você mesmo não pôde controlar, ou até mesmo remoer a culpa por um erro que cometeu em um passado recente são pensamentos poderosos que podem podar sua atitude perante aquilo que ainda está por vir. Aprender com as experiências, até mesmo as falhas é muito mais produtivo do que se culpar e martirizar por algo que passou. Você não pode voltar e mudar o tempo, mas pode sim decidir como as coisas vão ser daqui para a frente.

“Se eu fosse mais jovem, teria conseguido o emprego.”

“Se eu não tivesse contado, talvez eles não tivessem brigado”

“Se ele não tivesse gritado comigo, eu não teria ficado zangada e quebrado tudo.”

9. “Eu não pude fazer nada, me sinto tão inútil”


9

Muitas vezes o que você está sentindo não condiz com o que está acontecendo. Um cansaço no fim do expediente nem sempre quer dizer que seu trabalho é desestimulante, tristeza ao terminar um livro não significa que aquele livro foi ruim, as vezes as emoções nos enganam. Saber exatamente o que você está sentindo é o primeiro passo para saber se aquilo condiz ou não com o que está acontecendo e se deve ou não ser levado em consideração.

“Eu me sinto como um idiota (deve ser verdade).”

“Eu me sinto culpado (eu devo ter feito algo errado).”

“Sinto como se tivesse deixado você na mão (por isso você não conseguiu)”

10. “Você só faz brigar! Não aguento mais essa relação!”


10

Abstração seletiva ou Filtro mental. Você presta atenção indevida a um detalhe negativo em vez de considerar o quadro geral. Deixar sentimentos negativos tomarem controle de si a ponto de suprimirem toda e qualquer visão de algo positivo existente é algo grave, e infelizmente comum. É preciso aprender a sentir coisas negativas sem deixá-las ditar o seu humor e o controle de suas emoções. Apenas dessa forma você vai conseguir enxergar claramente.

“Eliza detestou meu livro, sabia que não deveria ter ouvido aquele professor, nunca vou ser um escritor bem sucedido..”

“Quando ela finalmente aceita sair comigo eu não consigo vaga no restaurante que ela gosta.. Essa noite vai ser um desastre total”

“Quando eu mais precisei você estava viajando, sabia que nunca podia contar contigo.”

Leia também


Inteligência Emocional

Stress e depressão decorrentes de crises profissionais e de carreiras tem se tornado recorrente e tem crescido de forma exponencial. Só para ter uma ideia do cenário, uma pesquisa sobre qualidade de vida no trabalho realizada pelo International Stress Management Association (Isma – Brasil) apontou que 70% dos brasileiros sofrem com estresse e 69% dos entrevistados relacionaram o estresse com o trabalho. Em outra pesquisa o Dataprev indicou que a depressão é uma das principais causas de afastamento do trabalho. O cenário é preocupante, mas como a Inteligência Emocional poderia modificar essa realidade?

Tem se tornado comum jovens apresentarem sinais de ansiedade extrema cada vez mais cedo, e um dos causadores desse quadro é a corrida insana para ter sucesso financeiro o mais breve possível. Até mesmo os mais experientes estão sujeitos a essa situação. O país passa por uma crise e os profissionais vivem em constante medo de que ocorram mudanças que gere cortes na empresa. O pensamento constante é “Será que sou o próximo?”

Apesar do estresse estar sempre presente no dia a dia, muitas pessoas ainda ignoram a influência que as emoções tem na sua qualidade de vida no trabalho e em casa. Por isso  a Inteligência Emocional é cada vez mais um atributo indispensável.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×
Recent Posts